O que eu ando lendo?



É um pouco difícil voltar a ler no ritmo antigo. Muitas coisas aconteceram desde que o ano começou, mas é preciso seguir em frente. Diante dos novos desafios da vida é preciso encontrar um refúgio pra não perder a sanidade frente a tanta tristeza e dor.

Por isso, a leitura é como um bálsamo, que não resolve os problemas, mas que ajuda a seguir em frente cicatrizando as feridas.

A leitura da Bíblia foi muito importante, incluindo alguns livros cristão e as orações. Mas, junto com eles, também voltei a ler meus livros comuns; livros que são lidos em conjunto com meus grupos de leituras, ou até mesmo livros de ficção que eu costumo escolher aleatoriamente.

Aos poucos a vida vai seguindo seu curso. Por isso, vou apresentar nesse post, 5 dos livros que venho lendo nesse mês. Provavelmente vão ser livros finalizados nesse mês de março e que são leituras muito boas. Um deles é uma releitura. Dois deles são obras de pessoas muito próximas, amigas, que se lançaram sem medo nesse universo mágico da escrita e que animam o mundo de tanta gente como eu. Nesse post eu vou apresentar os livros, mas num próximo momento eu vou apresentá-los separadamente falando de cada um e de como eu me senti durante o tempo em que estava concluindo a lista do mês.


Esse livro faz parte da segunda rodada de um projeto, chamado Livro Rodado e Rabiscado, é semelhante ao Livro Viajante que muita gente já conhece. Minha turma de Whatsapp que lê e rabisca os livros que escolhemos para circular. Somos uma turma de nove mulheres, cada uma escolheu um livro e começamos pela nossa escolha, ao terminarmos a leitura, passamos para a frente, para outra integrante ler e fazer suas anotações. A sequência acontece em ordem alfabética. Cada pessoa anota suas impressões e no final, o livro retorna à sua dona com todas as anotações. Eu não costumo gostar de rabiscar os livros, gosto de conservá-los bem limpos, até porque, gosto de fazer trocas, ou de presentear outras pessoas com leituras que gostei de fazer e que quero compartilhar, mas escolho tirar um em cada rodada para rabiscar. Se você tem vontade de fazer alguma coisa parecida e não quer sujar o livro, ou rabiscar, isso também pode ser feito com post-its, sem problema algum!

Voltando ao post, A Seca vai falar sobre um crime que acontece numa cidadezinha fictícia no interior da Austrália e que passa por um período grande de seca e problemas econômicos relacionados a esse quadro climático. Para desvendar essa história, aparece um personagem, que fazia parte da história daquele lugar há muito anos atrás. A trama é muito bem escrita e a história é envolvente. Estou gostando bastante.




Esse é um dos meus queridinhos, eu tenho verdadeiro amor por todo livro que fala de livrarias, costumo sempre comprar esses títulos e nunca me arrependo, pois as histórias são leves e encantadoras. Nessa, vamos vivenciar um desastre e diante dessa tragédia, acompanhar a vida de uma executiva bem sucedida para administrar uma livraria e ao mesmo tempo lidar com a doença de seu avô. Eu ainda estou me ambientando, lendo com uma amiga de outro grupo de leitura que faço parte. Estamos gostando bastante. Depois eu volto pra falar mais sobre o livro. Aguardem!


Esse livro eu comprei porque estava muito barato pra fechar uma compra de outros livros num valor fechado. Parece não ter a tradução muito boa, mas a história é interessante. Ainda estou no início. O ambiente é a Ásia do pós-guerra. O personagem principal é um major inglês que vai fazer um relato sobre os efeitos da bomba atômica na população que vive próximo à Hiroshima. Ele vai travar conhecimento com um militar Australiano truculento e de má reputação e sua família, que mora naquela região. Pelo que vejo, a história é um pouco complexa e cheia de meandros que referem-se às consequências da guerra e também algo sobre as relações do major inglês com essa família. Espero gostar.

https://www.instagram.com/cintiaglins/

Esse livro foi muito aguardado por mim, desde o ano passado que eu estava ansiosamente esperando que minha querida amiga Cíntia Lins me enviasse. Esse é o seu primeiro trabalho, seu livro de crônicas e eu, simplesmente amei a capa. Achei de uma leveza sem igual. Estou quase concluindo e muito feliz com a leitura. É um pouco da essência dessa minha amiga, que tem vencido seus medos e demonstrado a mim mesma que é possível acreditar nos sonhos. A Cíntia era administradora de um grupo de leitura que eu ainda faço parte, apesar da maioria das pessoas estarem inativas, algumas das participantes migraram para outro grupo, o do Livro Rodado e Rabiscado, mas eu tenho sempre seguido a Cíntia em sua nova estrada, acompanho seus vídeos e agora, sua vida de escritora. Depois eu venho aqui pra falar mais sobre o livro, que é lindo em todos os aspectos, porque mostra a essência da autora, suas fragilidades e sua grande força de superação dos desafios da vida! Já em todas as livrarias.


No Kindle Unilimited

Esse é um trabalho especial, em que participei de certa forma, fazendo a leitura antes do lançamento e escrevendo o prefácio. Estou fazendo uma releitura agora, depois da publicação no modo digital, mas essa história ganhou meu coração desde a primeira leitura. Ele é um romance ao mesmo tempo leve e de muita força. Fala sobre os desafios que a gente tem que enfrentar quando se escolhe construir uma vida a dois. A história começa na Espanha, com uma peregrinação no caminho de São Tiago de Compostela e o encontro de dois jovens. Muitas forças vão atuar para que eles se afastem, será que eles terão vigor suficiente para vencer a maldade e a inveja dos que estão à sua volta? Eu já conheço o final, mas espero que vocês possam acompanhar sozinhos esse ambiente e curtirem uma das escritas mais lindas que já conheci da literatura nacional. Leitura clara, direta e fluida que vai ganhar muitos corações, com certeza! Eu volto para falar mais sobre o livro e apresentar outros títulos de minha amiga e autora nacional favorita, Lu Ramos.

Eu acho que isso é tudo no momento. Espero que vocês possam se deliciar um pouco com essas leituras apresentadas e que possam fugir da realidade dura que vivenciamos durante esses tempos de pandemia. A leitura é um desses redutos que nos ajudam a suportar a dureza dos dias e continuar acreditando em sonhos para depois realizá-los!

Abração,

Drica Moreira.




Comentários

  1. Que coisa linda, minha amiga! Fico feliz por ter encontrado você, com esse amor enorme pela literatura. Parabéns pelo texto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pela visita, meu amigo! Os livros são amigos inseparáveis e são pontes para novas amizades com pessoas de carne e osso que também os amam, assim como a sua amizade. Agradeço por tudo! Deus te guarde!

      Excluir
  2. Drica, que lindo post! Cheio de amor e cuidado com os detalhes. Fotos bonitas demais e descrição de obras que me despertou a vontade de lê-las. Fico muito feliz por meu livro ter sido lembrado num ano tão difícil pra você. Sempre lhe serei grata pelo feedback e prefácio do romance Caminhos e Encontros. Você é muito especial para mim. Fique na paz, amiga. Vamos seguindo, certos de que estamos fazendo o nosso melhor dentro de nossas limitações. Um forte abraço! Força!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lu! Eu que agradeço a oportunidade de ler seus manuscritos e poder me deleitar com sua escrita maravilhosa m primeira mão! O prefácio foi mais um presente para mim, foi
      escrito com muito carinho com as impressões de uma leitura muito fluida e trabalhada.
      Você também é muito especial. Espero que Deus continue te fortalecendo nas suas lutas diárias e te iluminando para escrever mais romances lindos como esse. Força pra nós!

      Excluir
  3. Que leituras interessantes, Drica querida!
    Amei e anotei as sugestões!
    Eu quero muito ler A Livraria dos achados e perdidos
    A leitura ajuda sempre, e com o tempo, tudo vai melhorando
    Beijão, minha amiga

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou finalizando A livraria dos achados e perdidos. É uma história muito boa.
      Obrigada pela visita, Claudinha!
      Não tenho interagido muito, mas logo estaremos de volta à leitura compartilhada e às reuniões on line, enquanto estivermos em momento de pandemia.
      Beijão!

      Excluir
  4. Amei o post.
    Estou louca para ler esse livro da "Livraria dos Achados e perdidos " , parece ser otimo .

    Ja leu "A livraria dos finais felizes "? Não é um dos meus livros favoritos , mas é uma leitura gostosa .Vale a pena , caso não tenha lido .

    Beijos

    https://mundinhoquaseperfeito.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Babi!

      Eu li A Livraria dos finais felizes e gostei demais, terminei o A Livraria dos achados e perdidos e também amei. A história é um pouco melhor do que "a dos finais felizes". Você vai gostar dele também!
      Vou lá ver seu livro, ok?
      Xero.

      Excluir
  5. Nossa menina, eu tô totalmente relapsa com a leitura. Faz muuuito tempo que não leio um livro. Preciso tomar vergonha na cara e pegar um viu.

    Beijo.

    | O Blog Que Não é Blog - Instagram |

    | Receitas - @euannazanatta |

    | O Blog Que Não é Blog |

    | Rádio Estereo Cidade |

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Às vezes, acontece, a gente parece que fica num limbo... e aí, num momento qualquer volta tudo de novo. Espero que você consiga voltar ao mundo das leituras, é muito legal poder sonhar com a história dos outros e construir nossa própria história...
      Xero, querida.

      Excluir

Postar um comentário

Fiquem à vontade para trocar ideias e comentar suas leituras! É um prazer receber sua visita.

Drica.

Postagens mais visitadas